.Imagem: Jia Lu

MEUS POEMAS,INSPIRADOS NOS MOMENTOS DE SOMBRAS...E DE LUZ....

.

ONDE FALTA BELEZA NO QUE ESCREVO, FOI DITADO POR MEU EGO;
ONDE A BELEZA EMERGE COMO PEQUENOS PONTOS CINTILANTES NA INTRINCADA TRAMA DE UMA TEIA,
COMO O SUSSURRAR DA BRISA EM MINHA JANELA,
OU AINDA COMO O DELICADO AROMA DE FLORES DE LARANJEIRA EM UMA NOITE DE LUAR,
ESTA BELEZA, COM CERTEZA, FOI INSPIRADA PELO ENCANTO DAS MUSAS...







domingo, 1 de março de 2009

TARDE CHUVOSA

.


Tarde chuvosa
Que se abre como uma rosa
Cinza
Com tons de melancolia
Sopram véus de gotas frias
Minúsculos pontos de luz
Sopram saudade
Suavidade
Lavam a alma
Calma
Tarde de beleza
De realeza
Lava o mundo,o sujo,o medo
Leva o segredo
Do silêncio e da prosa
De uma tarde chuvosa...

Porto Alegre,01/03/2009


Um comentário:

  1. Tardes chuvosas quando não causam tragédias realmente são poéticas...

    ResponderExcluir